FITA ELÉTRICA: MIL E UMA UTILIDADES

As fitas elétricas são uma revolução para as indústrias, pois conseguem entregar resultados muito satisfatórios, uma vez que tem um elevado poder de tato inicial e funcionam muito bem independentemente de condições térmicas e/ou atmosféricas.

Por esta razão, se tornaram componentes essenciais para qualquer projeto de instalação, reparo e fabricação. Com as novas necessidades do mercado e com a oportunidade tecnológica de oferecer produtos altamente eficientes, foram surgindo novas matérias-primas e produtos e as fitas elétricas estão nessa revolução, pois são duráveis ​​e confiáveis, elaboradas para proteger, mesmo nos ambientes mais desafiadores.

Na indústria, as fitas cumprem a função de proteger contra altas temperaturas, isolar correntes elétricas, proteger contra ataques de solventes e óleos além de atuar na identificação. Alguns tipos de fitas elétricas proporcionam o fator retardante à chama com certificados UL e Rohs Free.

 

Razões para usar a fita elétrica

Fitas elétricas tem um trabalho duplo: Quando envolvidas ao redor de um fio elétrico por exemplo, seu trabalho é proteger para isolar essa fonte de corrente elétrica, para que não passe isso a outros fios e objetos.

Isso pode gerar um curto circuito que levaria o disjuntor a desligar e interromper o fluxo elétrico para o dispositivo. Além disso, pensando em uma situação mais perigosa, o curto poderia iniciar um incêndio.

O segundo objetivo das fitas elétricas é impedir qualquer eletrocussão possível, como por exemplo, se o fio estiver quente e for tocado por alguém, isso pode ser uma situação crítica e até mortal.

Durabilidade

Se for enrolada várias vezes em torno de dois ou mais objetos, a fita elétrica é muito forte e é difícil de quebrar. Aliás, cada fita tem suas peculiaridades, mas para se ter uma ideia, existem fitas de alto desempenho, como a Fita Elétrica Poliéster Acrílica, que possui uma forte aderência, excelente resistência térmica e solvente.

Já a Fita Elétrica Isolante PVC, é muito utilizada na indústria automobilística e eletroeletrônica. Isso porque possui alta resistência ao sol, água, óleo, ácidos, álcalis e produtos químicos corrosivos muito utilizados neste tipo de chão-de-fábrica.

Portanto essas fitas têm uma vida muito longa antes de perder sua elasticidade e precisarem de substituição. Mesmo sendo tão resistentes, a maioria das fitas elétricas podem ser arrancadas com a mão, possuindo facilidade de aplicação para sua equipe de trabalho. Com uma lâmina ou uma tesoura é possível romper o material com um bom acabamento, sem esticá-lo.

 

Cores das fitas elétricas

A fita elétrica é comercializada em cores diferentes, não pelo fator estético, mas técnico. As tonalidades devem indicar a temperatura e a voltagem máxima em que a fita pode ser usada e como a deve ser usada.  A Fita Adesiva de Poliéster, por exemplo, tem a resistência maior que quaisquer fitas de tecido, em virtude do dorso em filme de poliéster possuir a característica de proteger o lado interno do adesivo. Pode ser encontrada nas cores: branca, amarela, transparente, verde, azul, vermelha e preta. Apesar de uma gama de cores que podem levar à confusão e opção de livre escolha, o essencial é contatar o fabricante e conferir as informações técnicas dos produtos.

No tocante às fitas elétricas de PVC, a cor mais usada é preta, pois não aponta para nenhum significado específico. Ela também é impermeável à radiação ultravioleta, que em alguns casos pode danificar as fitas coloridas. Como resultado, a aplicação da fita preta ocorre em fios que estarão sob a luz solar direta. Já as fitas coloridas são usadas para indicar fios neutros (branca ou cinza clara), fios de aterramento (fita listrada verde, amarela ou verde).

 

Como a fita elétrica funciona?  

Às inúmeras tarefas industriais, como: fiação elétrica, isolamento, bobinas elétricas, chicotes de cabos elétricos, cabos de baterias, circuito impresso, transformadores elétricos, entre diversas outras funcionalidades. Cada uma dessas demandas exige uma fita específica e com características que possam atender com segurança e garantia no que oferece.

Por esta razão, as fitas elétricas são muito diferentes das fitas adesivas, fitas de filme de polietileno e outras. Afinal, ela possui capacidade de suportar a altas temperaturas e proteger o produto em que ela foi aplicada. Algumas delas têm ainda mais recursos, bem como resistência ao sol, óleo, água, ácidos, álcalis e produtos corrosivos.

Na sequência, acompanhe as peculiaridades das principais fitas e qual a função que cada uma delas desempenha:

 

Fita adesiva elétrica poliéster acrílica

É uma das fitas mais resistentes do mercado. Atende indústrias que precisam fazer o isolamento de condensadores elétricos, entre fases e entre camadas intermediárias no enrolamento de motores, relés, capacitores, transformadores e bobinas, proteção de condutores, isolamento de barramentos blindados, Busway e outros.

Desta forma consegue atender inúmeras situações e ainda garantir uma forte aderência, excelente resistência térmica, solvente e rigidez. Sua resistência é maior que quaisquer fitas de tecido, em virtude de o dorso em filme de poliéster possuir a característica de proteger o lado interno do adesivo.

Fita elétrica tecido algodão antichama

Essa fita adesiva possui dorso de tecido 100% algodão impermeabilizado com tratamento retardante a chama, com adesivo branco à base de borracha e resina. É um material excelente para ser aplicado discretamente, por causa da cor preta, em bandagem de chicotes de cabos elétricos automobilísticos e fixação em geral.

Fita elétrica isolante PVC antichama

Possui uma gama de cores (branca, amarela, preta, vermelha, azul, verde), para que possa atender diversas temperaturas e voltagens. A fita adesiva é revestida com adesivo PSA e antichama, possibilitando maior durabilidade ao produto.

É resistente a raios UV, possui alta maleabilidade e flexibilidade, facilitando o uso ao operador. Por isso pode servir para o isolamento e emendas de fios, chicotes para a indústria automobilística e eletroeletrônica.

Fita elétrica acetato de rayon

Fita adesiva com dorso de tecido de acetato, com adesivo a base de borracha e resina termovulcanizável. Entre suas vantagens: não há amolecimento e escorrimento do adesivo em altas temperaturas; excelente resistência à maioria dos solventes e óleos; facilidade no corte manual.

Por tudo isso que oferece ao utilizador, pode ser aplicada em bandagens de bobinas elétricas, chicotes de cabos elétricos e cabos de baterias.

Fita adesiva crepe elétrica

É uma das poucas feitas com dorso de papel crepado e adesivo à base de borracha e resina, vulcanizada. E sua fabricação só foi possível após serem selecionados produtos para fins elétricos, impregnados com um saturante específico que aglutina as fibras de papel aumentando as propriedades físicas e sua resistência elétrica. Seu adesivo é termo endurecedor sensível à pressão.

Ao chegar a este produto com alto desempenho, sua aplicação ideal é para enfitamento de componentes eletrônicos em temperaturas até 160°C, isolamentos e fixação de enrolamentos de bobinas, envoltório para bobinas e solenoides, proteção e isolamento de bobinas de transformadores e equipamentos elétricos em geral.

Filme de poliimida

O filme de Poliimida foi desenvolvido para proteção a altas temperaturas. Além do mais, sua isolação elétrica atende aos padrões da classe H. Por esta razão pode ser utilizada para o revestimento de cabos expostos a altas temperaturas.

Conclusão

Existem fitas elétricas adesivas que atendem as mais diversas necessidades das indústrias. Suas peculiaridades as tornam únicas e por fim, oferecem um alto desempenho nos objetos onde serão aplicadas. Assim, para se obter mais detalhes técnicos entre em contato com a nossa equipe.

 

 

Deixe uma resposta

2 − um =